AUTOHEMOTERAPIA - SANGUE QUE CURA


PRINCIPAL

Blog atualizado em: Fortaleza - Ceará, 16 de outubro de 2011

       


AUTOHEMOTERAPIA E OS MALES DO CORPO FÍSICO

 

“Os males que atingem o corpo físico de um ser humano, são as provações divinas enviadas por Deus. A auto-hemoterapia é uma solução dada  por Deus para amenizar as dores e o sofrimento causado pelos males que afligem os seres humanos e os animais.”

José Cláudio C. de Oliveira

Usuário da Auto-hemoterapia


 

A TV RECORD APRESENTOU UMA REPORTAGEM SOBRE AUTOHEMOTERAPIA, NO DIA 30/01/2011, NO DOMINGO ESPETACULAR


 

 

VIDEO DE USUÁRIO FAZENDO SOZINHO A AUTOHEMOTERAPIA

 


FOTOS DO CLÁUDIO RECEBENDO A AUTOHEMOTERAPIA

 

 

DEPOIMENTO DO CLÁUDIO:

'A Autohemoterapia trouxe para mim e minha família uma melhor qualidade de vida, com o alívio dos efeitos de várias doenças, principalmente às infecções bacterianas e virais e as dores provocadas pelas Artroses, Gotas e Contusões em Geral.

Ressaltamos também a redução das idas periodicas ao Posto de Saúde e a redução a quase zero, dos custos financeiros mensais, com remédios, que atingia a cífra dos R$ 200,00."


MATÉRIA SOBRE AUTOHEMOTERAPIA DIVULGADA PELA TV UNIÃO-RN, EM 30/04/2010


BENEFÍCIOS DA AUTOHEMOTERAPIA, EM  2 ANOS DE USO

-  CLAUDIO CARDOSO  -

Ao completar dois anos de aplicação semanal(outubro/2009 à outubro2011) de 5ml do meu próprio sangue no músculo dos braços, só acumulei benefícios. São dois anos sem nenhuma virose, infecções respiratórias ou mesmo infecções causadas nos pés (sou diabético). Antes da autohemoterapia, eu vivia tomando antibióticos para minhas amigdalites e pneumonias constantes.Graças a Deus encontrei este tratamento preventivo maravilhoso que só me trouxe disposição e vigor físico, apesar da minha cardiopatia grave e  diabetes há 35 anos.Já passei por três cirurgias cardíacas, com colocação de Prótese Mitral Metálica, em maio de 1985.

Quando iniciei a autohemoterapia, em outubro de 2009, tomava vários medicamentos para diabétes e cardiopatia, conforme relação abaixo:

DIABÉTES:

Metformina 500mg (4 comprimidos diários)

Insulina (40 UI dia)

CARDIOPATIA

Sinvastatina 40mg ( 1 comprimido a noite)

Ramipril 5 mg (1 comprimido pela manhã)

Selozok 50mg (2 comprimidos dia)

Marevan 5mg (2 comprimidos dia)

Miodarona 200mg (1 comprimidos dia)
Furozemida 40mg (2 comprimidos dias)
Espiromadactone 25mg (1 comprimido dia).
Hoje, não tomo nenhuma medicação para o coração, com a exceção do Ramipril para controle da pressão arterial ; Marevan para evitar trompos na Válvula Metálica e  insulina para controle do diabetes.
É mais do que uma prova da eficacia da autohemoterapía. Completei 60 anos de vida, me sinto bem fisicamente e sem nenhuma sequela do diabétes. A autohemoterapia pode até não curar todas as doenças, mas prolonga a sobre vida dos pacientes que respeitam os seus limites físicos e mantem suas aplicações semanais.


 

AUTOHEMOTERAPIA

CURANDO E ALIVIANDO AS DORES

José Cláudio Cardoso de Oliveira

Usuário da Autohemoterapia

            Há vários meses venho acompanhando na internet o crescimento do número de adeptos a Autohemoterapia, em busca da cura de uma simples virose e/ou de até um câncer generalizado. São muitos os relatos de pessoas com doenças crônicas como a artrite reumatóide, herpes, feridas infeccionadas, má circulação nas pernas e nos pés, etc., testemunhando uma melhora significativa nos sintomas diários dos seus males, ocasionando o alívio e o desaparecimento das dores, trazendo uma nova esperança de uma vida sem sofrimento, com um custo final bastante reduzido.

            A Autohemoretapia para quem ainda não sabe, é o simples ato de colher o sangue da veia do braço, na proporção de 5ml a 20ml, conforme a gravidade da doença, num intervalo de 7 em 7 dias, e aplicar no músculo do braço, nádega ou coxa. De acordo com o Dr. Luiz Moura, Médico carioca, 60 anos de profissão, seguidor do seu pai, médico cirurgião que em 1941 já usava a autohemoterapia antes e após as suas cirurgias para evitar as infecções, a introdução de 5ml de sangue do paciente, em seu próprio músculo, desenvolve, em um prazo de até 8 horas, um aumento de 5% para 22% dos macrófagos, células responsáveis pela defesa e imunidade do nosso organismo, contra as doenças ditas auto-imune.

 Há anos, além de praticar a autohemopterapia em si próprio e na sua esposa, o Dr. Luiz Moura, vem usando a prática para tratar seus pacientes, sempre com resultados impressionantes de cura ou prevenção de várias doenças, conforme vem divulgando em seu DVD, editado em 2004, titulado: “Autohemoterapia – conversa com Dr. Luiz Moura”, divulgado gratuitamente na internet, batendo o recorde de exibições.

Com a divulgação da Auto-hemoterapia, o Dr. Luiz Moura está sendo cassado pelo CFM, pelo crime de prática da medicina ilegal, haja vista à falta de comprovação científica, a pesar de centenas de citações em trabalhos de médico-pesquisadores, espalhados por diversos países, inclusive no Brasil. Os órgãos reguladores da saúde no Brasil, como a ANVISA, COREM, etc., já expediram notas públicas de proibições da prática da autohemoterapia, pelos seus filiados, médicos, enfermeiros, atendentes, laboratoristas, farmácias, etc.

Com a ilegalidade da autohemoterapia no Brasil, o movimento em defesa da mesma só cresceu e se fortaleceu, aumentando o número de usuários independentes, trazendo uma preocupação maior para a saúde pública brasileira, através dos riscos ocasionados pela imperícia de pessoas leigas na prática de colher sangue e aplicar injeção, que a cada dia cresce nos lares brasileiros. Seria necessário a aprovação imediata da autohemoterapia no Brasil, autorizondo os profissionais da área de saúde a  fazerem a devida  aplicação em ambulatórios credenciados.



Escrito por jclaudioco às 14h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NOTÍCIAS

AUTO-HEMOTERAPIA: As gotas da esperança
Recurso terapêutico de baixo custo quadruplicaria a defesa do organismo
Uma técnica de quase 100 anos avança neste início do século 21 no Brasil. Denominada de auto-hemoterapia, pacientes retiram sangue da própria veia da prega do cotovelo e aplicam no músculo do braço ou nas nádegas para prevenir e curar doenças crônicas, além de uma série de infecções. A terapia é disseminada pelo País. Em Taquaritinga, há número significativo de adeptos.
O responsável pela divulgação da auto-hemoterapia no País é o clínico geral Luiz Moura, 81. Natural do Rio de Janeiro, o especialista explica por meio de DVD a técnica que faz há 20 anos no Brasil. Cita exemplos de casos que aconteceram com ele desde os 40 até 70 anos de idade.
Em Taquaritinga já circulam várias unidades desses DVDs. O interesse é geral, tanto por parte de pacientes, que querem se submeter ao tratamento, quanto de profissionais, a fim de realizá-lo em seus consultórios. O médico carioca garante no seu documentário que a auto-hemoterapia é um procedimento que aumenta a defesa do organismo.
Segundo Luiz Moura, após a retirada de sangue de uma das veias da prega do cotovelo, aplica-se imediatamente no músculo do braço ou nádegas. Esse procedimento estimularia o aumento dos macrófagos, que são células responsáveis pela limpeza do organismo. (fonte: Diário da Manhã - Goiânia)
"Baixo custo"
O jornalismo do Canal Um é Notícias entrevistou esta semana uma das alunas de Luiz Moura, a médica Zulmira Kirchiner da Silva, especialista em ginecologia, obstetrícia e homeopatia, que atende em Descalvado e no Núcleo de São Carlos, além do naturopata Wiliers Ulisses de Mello, de Bragança Paulista, e que atende mensalmente em Taquaritinga, na Clínica Acolher.
Na opinião de Zulmira, a auto-hemoterapia, por ser um recurso de muito baixo custo, não dá lucro, e por isso não é divulgado pelos grandes laboratórios. "Essa terapêutica é estudada desde 1911 e de fato funciona. Não existe nenhuma contra-indicação", diz. "Eu não aconselho paciente nenhum a abandonar tratamentos convencionais. Continuem com seus médicos e usem a auto-hemoterapia como recurso terapêutico auxiliar", indica.
"Não estamos substituindo nenhuma outra terapêutica, a idéia é acrescentar a terapêutica em pacientes com doenças tidas como terminais, auto-imunes, alérgicas, cujos tratamentos têm pouca resposta, ou resposta paliativa".
Segundo a profissional, o procedimento também pode ser utilizado e associado ao tratamento de várias patologias, como infecções, cistos ovarianos, acne, viroses, miomas, artrites reumatóides, lupus eridematoso, verrugas e doenças da pele (veja quadro abaixo).
Zulmira diz que a auto-hemoterapia é indicada a gestantes e até mesmo a portadores de HIV. A médica, que utiliza a auto-hemoterapia há dois anos, afirma que a prática é segura, porque se usa o sangue do próprio paciente sem qualquer modificação.
Zulmira informa que pacientes que estão fazendo quimioterapia estariam tendo resultados excelentes. "Eu recebi uma carta de um chefe de cadeira de Oncologia do HC de Ribeirão Preto. Ele relata que uma jovem paciente teria apresentado sensível melhora com o tratamento e revelou que residentes estariam fazendo estudos sobre a auto-hemoterapia".
O naturopata Wiliers confirma as informações de Zulmira e informa que a técnica é eficiente, porque o sangue que será aplicado no paciente não recebe tratamento. De acordo com o naturopata, a principal finalidade dessa técnica é aumentar a defesa orgânica.
Procura silenciosa
A procura pela auto-hemoterapia ocorre de maneira silenciosa porque o procedimento não é reconhecido como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). O órgão regional (Cremesp) desconhece o uso da técnica por médicos no Estado.
Em Taquaritinga, há um enfermeiro que utiliza a auto-hemoterapia e sua clientela já é superior a 30 pacientes. De acordo com nota do Cremesp à imprensa, a Resolução nº 1.499/98 do CFM proíbe os médicos de adotar práticas terapêuticas não reconhecidas pela comunidade científica.
O documento veda também qualquer vinculação de profissionais a anúncios sobre o tema.

Como funciona?
A técnica é simples: retira-se o sangue de uma veia comumente da prega do cotovelo e aplica-se no músculo, braço ou nádega, sem nada acrescentar ao sangue. O volume retirado varia de 5ml à 20ml, dependendo da gravidade da doença a ser tratada. O sangue, tecido orgânico, em contato com o músculo, tecido extra-vascular, desencadeia uma reação de rejeição do mesmo, estimulando assim o S.R.E. (Sistema Retículo-Endotelial) A medula óssea produz mais monócitos que vão colonizar os tecidos orgânicos e recebem então a denominação de macrófagos. Antes da aplicação do sangue, em média a contagem dos macrófagos gira em torno de 5%. Após a aplicação a taxa sobe e ao fim de 8h chega a 22%. Durante 5 dias permanece entre 20 e 22% para voltar aos 5% ao fim de 7 dias a partir a aplicação da auto-hemoterapia. A volta aos 5% ocorre quando não há sangue no músculo.
As doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes, os corpos estranhos como os cistos ovarianos, miomas, as obstruções de vasos sangüíneos são combatidas pelos macrófagos, que quadruplicados conseguem assim vencer estes estados patológicos ou pelo menos, abrandá-los. No caso particular das doenças auto-imunes a auto-agressão decorrente da perversão do Sistema Imunológico é desviada para o sangue aplicado no músculo, melhorando assim o paciente. (fonte: pt.wikipedia.org/wiki/Hemoterapia).

Indicações de tratamento

É difícil encontrar trabalhos sobre o uso da auto-hemoterapia, mas este procedimento já foi utilizado nas seguintes condições:

Alcoolismo
Alergias
Artrite
Asma
Acne juvenil
Artrite reumatoide
Bronquite
Coréia
Colite ulcerativa
Depressão
Diabetes melitus
Dermatose alérgica
Doença de Crohn
Doença pulmonar obstrutiva crônica
Doenças mentais
Doenças pancreáticas
Doenças virais
Encefalite
Epilepsia
Enxaqueca
Esterilidade - ovário policístico
Esclerodermia
Esclerose múltipla
Gangrena por picada de aranha
Glaucoma
Herpes zoster e simplex
Hipertensão arterial
Iridociclite
Insuficiência vascular periférica
Infecção da cavidade bucal
Lupus
Miastenia gravis
Pênfigo
Pneumonia
Poliomielite
Psoriase
Prevenção de infecção pulmonar no pós operatório
Prevenção de infecções cirúrgicas
Plaquetopenias
Púrpura trombocitopênica
Reumatismo
Úlcera de estomago


Créditos: Tribuna




Escrito por jclaudioco às 14h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ARTIGOS

A AUTOHEMOTERAPIA É A NOSSA VIDA

José Cláudio Cardoso de Oliveira

Usuário da autohemoterapia

 

Em outubro/2009, pesquisando na internet, descobri as maravilhas da AUTOHEMOTERAPIA, divulgada pelo Médico carioca, Dr. Luiz Moura.

Nas condições de cardiopata e diabético, desde 1981, vivendo às custas de vários medicamentos, e já ter sido submetido a três cirurgias cardíacas, (1981), (1085) e (2004), sendo portador de uma prótese mitral metálica desde 1985, acreditei de imediato que ali poderia está a solução de melhora na minha condição de vida que me limitava a viver somente dentro de uma área física do meu lar. Inicialmente minha família foi contra a prática da AUTOHEMOTERAPIA, pois acreditavam que ali seria o meu fim. Assim mesmo tomei a iniciativa de iniciar as aplicações do meu próprio sangue. Hoje já estou na 11º aplicação e vivendo uma vida de melhor qualidade, sem cansaço físico, sem infecções respiratórias, sem o sofrimento da falta de circulação nas pernas e nos pés (formigamentos e dormências). Tudo isto graças aos 5ml de sangue que venho tomando, de 7 em 7 dias, desde novembro/2009. Para nossa alegria, todos na minha casa, esposa, 5 filhos, 3 netos e 1 nora, já fazem a AHT, com resultados impressionantes como o alívio das artroses reumáticas de minha esposa que vivia na dependência de medicamentos específicos. O mais impressionante foi à redução dos meus gastos mensais com medicamentos para infecções, viroses, etc, que era de R$ 150,00, chegando a zerar a partir de janeiro/2010.

Devido ao excelente resultado da autohemoterapia na minha família, vários vizinhos já me procuraram para participar da cura pelo sangue.

Quero ressaltar que no meu caso, em que minha doença já é crônica, eu não deixei de tomar os meus medicamentos para cardiopatia e diabetes e sim houve apenas uma redução nas doses do marevan 5mg (anticoagulante), Sinvastatina 20mg,(para Colesterol) e das UI de insulinas (Regular e NPH). Quanto aos antibióticos (Amoxilina 500mg) que eram rotineiros na minha vida, nunca mais foi preciso fazer uso.

As doenças que foram amenizadas ou tratadas na minha família, citamos: Herpes labial, Infecção de garganta, infecção dentária, Asma alérgica, Sinusite, Cansaço físico, Artrite, Dores lombares e na coluna, Infecção traumática.

Não quero com estes relatos, induzir as pessoas a fazerem o uso da AUTOHEMOTERAPIA indiscriminadamente e sim dar o meu testemunho do bem que trouxe a mim e a minha família. Devemos apenas ser conscientes de que a AUTOHEMOTERAPIA em si não deve substituir os medicamentos já em uso, prescritos pelo médico, a não ser que o mesmo tome a iniciativa em caso de cura comprovada, principalmente as doenças crônicas e de maior gravidade. Entretanto, quero lembrar que as constantes idas dos meus familiares ao Posto de Saúde e às emergências hospitalares, foram reduzidas a quase zero, após a introdução da AUTOHEMOTERAPIA.

As autoridades de saúde do Brasil já deviam ter tomado  consciência de que a AUTOHEMOTERAPIA já é uma realidade na cura ou na melhora na qualidade de vida de milhares de adeptos espalhados pelo mundo.Será que existe melhor comprovação de pesquisa científica o testemunho de pessoas que estão se sentindo bem com a aplicação do seu próprio sangue nos músculos do braço, nádegas ou coxa.Como até hoje ninguém testemunhou mortes ou efeitos colaterais da AUTOHEMOTERAPIA, qual o problema? Será que a proibição pelo CFM é devido ao tratamento sem lucro para as poderosas Empresas Farmacêuticas? Não devemos esquecer que a AUTOHEMOTERAPIA não veio para curar sozinha todos as doenças do mundo, e sim, para auxiliar e baratear os custos de vários tratamentos alopáticos da medicina tradicional, e como também levar uma esperança aos nossos irmãos que vivem às margens da pobreza, espalhados pelos países subdesenvolvidos. Não devemos deixar de lembrar quantas pessoas estão morrendo nas catástrofes dos terremotos, por falta de assistência médica e medicamentos suficiente para cura das infecções traumáticas. Com o simples ato de retirar o sangue da veia e aplicar no músculo, já seria suficiente para amenizar o sofrimento e/ou a morte de milhares de pessoas, pois já está comprovado que a AHT evita ou debela as infecções traumática ou cirúrgica, conforme relato do Dr. Luiz Moura.




Escrito por jclaudioco às 14h10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




FOTOS

FOTOS DE DOENÇAS CURÁVEIS PELA AUTOHEMOTERAPIA

   




Escrito por jclaudioco às 07h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




VIDEOS

 

AUTOHEMOTERAPIA

CONVERSA COM DR. LUIZ MOURA


 

 

 


 



Escrito por jclaudioco às 07h49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




HUMOR

 

 

 

 

 

 



Escrito por jclaudioco às 10h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
    Outros sites
      UOL - O melhor conteúdo
      BOL - E-mail grátis
      AMIGOS DA CURA
      PEDEVISTAS EM LUTA
      RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DA AUTOHEMOTERAPIA
    Votação
      Dê uma nota para meu blog